quinta-feira, 19 de junho de 2008

Joaquim Tenreiro



Joaquim Tenreiro nasceu no ano de 1906 em Melo (Portugal) e faleceu em Itapira (SP) em 1992. Filho de um marceneiro, aos nove anos começou a mexer com ferramentas na oficina do pai, ajudando-o em pequenos trabalhos e adquirindo assim, desde pequeno, a habilidade artesanal e a familiaridade com a madeira que caracterizariam seu fazer adulto. Tenreiro já conhecia o Brasil. Trazido pelos pais, viveu aqui em dois períodos, dos 3 aos 7 anos e, depois, dos 19 aos 20 anos. Mais tarde, já casado, decidiu emigrar de vez para o Rio de Janeiro, onde a princípio ganhou a vida como carpinteiro. Tenreiro foi ganhando boa reputação como designer, trabalhando de 1933 a 1943 em firmas como a Laubisch & Hirth, a Leandro Martins ou a Francisco Gomes, especializadas em fornecer móveis imitativos dos velhos estilos franceses, italianos, portugueses e de outras origens. Era a coqueluche da época, ter um móvel estilizado. "Luizes”” de todos os números e renascimentos tardos de 400 anos", como diria numa entrevista em 1975. Em 1941, veio a grande mudança, ainda quando ainda trabalhava na Laubisch & Hirth. Atendendo uma encomenda, projetou para a casa do médico e colecionador Francisco Inácio Peixoto, em Cataguases, os primeiros autênticos tenreiros. Surgiram, então, os móveis inteiramente concebidos, projetados e executados por ele, e admiráveis pela sobriedade e beleza da forma e pela sábia utilização das preciosas madeiras brasileiras, combinadas entre si, ou a têxteis especialmente criados por artistas plásticos de renome. Para realizar tais móveis, Tenreiro debruçou-se atavicamente sobre a sua ancestralidade lusitana, responsável em séculos idos pelo surgimento de tantas obras-primas de singeleza e funcionalidade, e não em jornais e livros estrangeiros. Postumamente a contribuição, tanto do designer quanto do artista, tem sido exaltada, aquela com ênfase compreensivelmente maior, em retrospectivas como a de 1998 no Museu de Arte Contemporânea de Niterói.Design, que sequer os havia no Brasil quando começou.

Links importantes:
http://www.pitoresco.com.br/brasil/tenreiro/tenreiro.htm
http://aartemoderna.blogspot.com/2006/05/tenreiro.html
http://www.artenet.com.br/listarQuadros.asp?artista=274

Um comentário:

MF_DESIGN disse...

Olá Cris!
Buscando por Joaquim Tenreiro,vi seu blog e resolvi comentar!!
Tive o grande prazer no ano de 1984 conhecer,trabalhar e conviver um pouquinho com este maravilhoso artista!!!!!
Um doce de ser humano e um gênio em sua arte.
Grande abraço,
Márcia Vianna